Uncategorized

IRS reduz algumas penalidades do FBAR após Bittner

ceasereduction GRE

O IRS não reduzirá mais a penalidade por falha não intencional de arquivar Relatórios de Bancos Estrangeiros e Contas Financeiras (FBAR) após uma importante decisão da Suprema Corte.

 

 

Um memorando de orientação do IRS do início de julho que atualizou os procedimentos de exame do Relatório de Bancos Estrangeiros e Contas Financeiras (FBAR) diz que a agência eliminará as provisões de mitigação para violações não intencionais do FBAR, deixando a mitigação para o examinador do IRS caso a caso.

 

As disposições de mitigação “não devem mais ser consideradas no cálculo de penalidades por violações não intencionais”, diz o memorando.

 

“De acordo com a Lei de Sigilo Bancário (BSA) e seus regulamentos de implementação, uma pessoa dos Estados Unidos que tenha ações financeiras , ou assinatura ou outra autoridade sobre, uma ou mais contas financeiras estrangeiras deve apresentar um relatório anual conhecido como FBA, se o valor agregado dessa(s) conta(s) exceder US$ 10.000 a qualquer momento durante o ano”, acrescenta o memorando a título de referência.

 

 

Reagindo ao Tribunal Superior

No final do ano passado, a Suprema Corte dos EUA decidiu em Bittner v. Estados Unidos contra uma multa de $ 2,72 milhões de um empresário, Alexandru Bittner, que não apresentou relatórios por cinco anos quando morava na Romênia. Bittner afirmou que devia $ 50.000, ou a multa de $ 10.000 para cada um dos cinco anos. O IRS alegou que ele devia por cada conta, um total de 272 violações.

O caso dependia de uma “violação” sob o BSA ser a falha em declarar o FBAR independentemente do número de contas estrangeiras nao declaradas.

 

“Como o Tribunal observa em sua decisão”, continua o memorando do IRS, “este relatório é ‘projetado para ajudar o governo a ‘rastrear fundos’ que podem ser usados para ‘fins ilícitos’ e identificar ‘renda não declarada’ que pode estar sujeita a tributação.

 

“O estatuto de penalidade do FBAR … autoriza o secretário a impor uma penalidade a qualquer pessoa que viole uma disposição do estatuto de relatório do FBAR”, acrescenta o memorando. “Para o valor da multa, o estatuto prevê uma multa máxima de $ 10.000 ou, no caso de violação dolosa: o maior de $ 100.000 ou 50% do saldo da conta no momento da violação.”

 

 

O IRS diz que historicamente interpretou “violação” como a falha em relatar uma determinada conta adequadamente. A Suprema Corte, no entanto, considerou que a falha em declarar um FBAR legalmente compatível constitui uma única violação, independentemente do número de contas não declaradas ou relatadas indevidamente.

Mitigação excluída

Um anexo ao memorando do IRS exclui especificamente várias medidas de mitigação para penalidades de arquivamento não intencional por arquivador por ano. Anteriormente, por exemplo, se o saldo agregado máximo para todas as contas relacionadas à violação não excedesse US$ 50.000 durante um ano civil, a penalidade atenuada era de US$ 500 por violação não intencional e o total de penalidades não intencionais não poderia exceder US$ 5.000 por ano.

 

“Na maioria dos casos de violações não intencionais, os examinadores recomendam uma multa de $ 10.000 … por violação”, diz o memorando, acrescentando que a penalidade agora cabe ao examinador do caso.

 

As penalidades por denúncias deliberadas de violações se aplicam por conta e a orientação para o cálculo das penalidades por denúncias deliberadas de violações permanece inalterada, acrescenta o memorando.

 

Os observadores dizem que a eliminação de alternativas de mitigação desenha uma linha tênue entre não reportamento intencionais e não intencionais; apelos são instados, por enquanto, em casos não-intencionais onde a mitigação é negada.

 

Seu especialista em impostos precisa estar atualizado dessa e de muitas outras questões de patrimônio, renda estrangeira e cumprimento de obrigações fiscais. Se pudermos ajudar, nos estaremoa a disposicao.

 

 

 

Sobre a Autora

Alicea Castellanos é CEO e fundadora da Global Taxes LLC e fornece serviços personalizados de consultoria tributária e conformidade nos EUA para famílias de alta renda e seus consultores.Alicea tem mais de 17 anos de experiência. Antes de formar a Global Taxes, a CEO fundou e supervisionou as operações de imposto emu ma boutique, trabalhou em uma prestigiada firma de advocacia global e escritório de contabilidade. Alicea é especializada em planejamento e conformidade tributária nos EUA para famílias não americanas com estruturas globais de proteção de patrimônio e patrimônio que incluem trusts, propriedades e fundações não americanas que tenham uma conexão com os EUA.

Alicea também é especializada em investimento estrangeiro em imóveis nos EUA e outros ativos nos EUA, planejamento tributário pré-imigração, questões de expatriação nos EUA, pessoas norte-americanas que recebem presentes e heranças estrangeiras, conformidade de contas e ativos estrangeiros, divulgações voluntárias / anistias fiscais no exterior, Registro FATCA e empresas estrangeiras que desejam fazer negócios nos EUA. Alicea é fluente em espanhol e tem conhecimento prático de português.

Alicea é membro ativo da Society of Trusts & Estates Practitioners (STEP), da New York State Society of Certified Public Accountants (NYSSCPAs), do American Institute of Certified Public Accountants (AICPA), do International Fiscal Association (IFA), membro da Clarkson Hyde Global, uma associação mundial de contadores, auditores, especialistas em impostos e consultores de negócios e da Global Referral Network (GRN).Distintamente, em 2020, Alicea foi premiada com o prestigioso prêmio NYSSCPA Forty Under 40 Award. Ela foi selecionada como alguém que possui habilidades notáveis ​​e está visivelmente fazendo a diferença na profissão contábil.

Em 2021 e 2022, Alicea foi a vencedora Ouro e Prata, respectivamente, do Citywealth’s Powerwomen Awards na categoria USA – Woman of the Year – Business Growth (Boutique). Em 2023, recebeu o prêmio Ouro de Empresa do Ano em Liderança Feminina (Boutique). Além disso, a Alicea está atualmente listada no Global Elite Directory 2023 Além disso, ela está atualmente listada no Global Elite Directory 2022, que é um diretório anual exclusivo dos advogados de elite do mundo e excelentes consultores de patrimônio que aconselham clientes com patrimônio líquido ultra alto.

Por Favor, observe: Este conteúdo é destinado a fins informativos apenas e não é uma substituição para serviços profissionais de contabilidade ou preparação tributária. Consulte seu próprio profissionais de contabilidade, tributário e jurídicos para aconselhamento relacionado à sua situação individual. Qualquer cópia ou reprodução da nossa apresentação é expressamente proíbida. Quaisquer nomes ou situações foram feitas para fins ilustrativos, quaisquer semelhanças com a vida real são pura coincidência.